Programa A VOZ DO PROFESSOR NA 87 FM

Ouça o programa toda segunda-feira às 20:00 horas na 87 fm, pelo site da aplb ou www.uaua.com.br.

DIRETORIA DA APLB UAUÁ.

Diretoria da APLB UAUA BAHIA.

APLB UAUÁ

Muitas conquistas dessa classe de professores na cidade de Uauá.

Ações da APLB UAUÁ

Foto de manifestação pelas ruas da cidade. Reinvindicando nossos Direitos.

Manifestação pelas ruas da cidade

Fotos manifesto professores.

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

UAUÁ: APLB VAI À PREFEITURA SOLICITAR REUNIÃO COM O PREFEITO E NÃO OBTEM RESPOSTA


No dia 29 de Janeiro do corrente ano(segunda-feira), logo após um bate-papo no grupo de whatsapp da Regional Norte do Pc do B com o prefeito Lindomar Dantas, o coordenador da APLB-UAUÁ, Francisco-Prolepses, oficializou, de forma imediata, um pedido ao gestor para uma reunião com a Diretoria do Sindicato com o intuito de discorrer assuntos de interesse da categoria( conforme foto abaixo).

Mais uma vez a diretoria da APLB-UAUÁ solicita reunião ao prefeito municipal, Lindomar Dantas   ( Pc do B) e não obtém resposta. 
O sindicato, já no corrente ano, enviou ofício a secretaria de educação e a secretaria de finanças para ter informações sobre o Reajuste do Piso Salarial dos Professores 2018(6,81%) e do 1/3(um terço) de férias dos profissionais em educação e, até o momento, nenhuma uma resposta. 
A direção da Aplb-Uauá relembra que passou o ano de 2017 solicitando reunião para discorrer assuntos inerentes à categoria e não teve êxito, afirmando que recorreu até ao vereador Emerson Morais, líder do governo na câmara, e não houve retorno.
A direção da Aplb-Uauá volta a evidenciar a preferência da administração em se reunir com um sindicato que não é próprio da categoria, deixando-o de fora das reuniões, fazendo referência a última reunião para versar sobre à mudança de nível dos professores, que mesmo tendo solicitado, procurado informação, se reunido com os professores durante o ano de 2017 inteiro, a gestão não o convidou para a reunião.
A direção da Aplb-Uauá deixa claro que já fez de um tudo para ter um diálogo com o prefeito sobre os assuntos de interesse da categoria(conforme comprova esse último pedido), mas o prefeito não dar abertura.
O coordenador, Francisco-Prolepses, surpreso com toda situação, externou: " É lamentável! Chega a ser antidemocrático, você querer governar sem ouvir o contraditório. Eu nunca imaginei que encontraria algo de bom no passado recente. Veja você que o ex-gestor dizia em público que o sindicato tinha de reivindicar mesmo, cobrar e que administração tinha o dever de ouvir. E sentava com todos os SINDICATOS. Se você voltar a 2011, verás que o ex-prefeito Jorge Lôbo só fazia reunião com os Sindicatos na mesa(temos imagens para comprovar). Acredito que essa seja a forma Correta e Legal de Agir, leia o que diz o artigo 37 da Constituição Federal logo na abertura do seu texto. Agora é certo dizer, e ratifico, que nós não vamos para uma reunião dizer Amém, balançar a cabeça como um 'papu'. Não, não! Nós vamos para uma reunião questionar, cobrar, apontar e sugerir. E quando as pautas não estão no seu curso legal, nós vamos às reivindicações. Talvez seja por isso que não agradamos, não querem diálogo com a gente, pois não somos manipuláveis. Nós não Mudamos. E a prova é essa nota, pois estamos nessa mesma lida desde 2011, sempre aqui no sindicato vendo as pessoas nos Elogiarem, Participarem da nossa Luta e quando chegam no Poder(Prefeitura), Mudam de Opinião e nos Elegem como Inimigos. Mas, só nos permanecemos no mesmo lugar, com a mesma fala, na lida pelo Bem COMUM e não de alguns Poucos. Fato! Vamos continuar firmes e fortes na luta. Agradecemos a MAIORIA ABSOLUTA DOS PROFESSORES pela Credibilidade. Que Jesus nos ilumine e nos proteja sempre! Avante!"

ASCOM: APLB-UAUÁ
Contato:
74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)
74-99930-6457(Prolepses/Coordenador)
74-99974-7762(Meire Nanci/Vice-Coordenadora)
E-mail.:

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

NOTA DE REPÚDIO DA APLB-UAUÁ: 1/3 DE FÉRIAS DOS PROFISSIONAIS EM EDUCAÇÃO



A APLB-SINDICATO Núcleo Uauá, CNPJ: 14.029.219/0001-28, entidade de utilidade pública pela lei nº02254/65, registro sindical no Ministério do Trabalho no livro nº 003, às folhas 104, desde 14 de março de 1990 e leis municipais, filiada a CNTE, FETRAB, CTB, em defesa de uma educação de qualidade e valorização dos profissionais em educação, vem através desta, Mais uma Vez, REPUDIAR A FALTA DE RESPEITO E CONSIDERAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL, QUE ANUALMENTE, VEM DESRESPEITANDO O MÊS LEGAL PARA CONCEDER O PAGAMENTO DE UM TERÇO DE FÉRIAS DOS PROFISSIONAIS. QUE, ATÉ O MOMENTO, NÃO RECEBERAM E NEM TEM PROPOSTA. Pela Lei 59(Estatuto Municipal), artigo 111. o 1/3(Um Terço de Férias) tem de ser pago NO PERÍODO DAS FÉRIAS.
A atual administração, que pregou uma mudança para os servidores, tendo como meta respeitar os direitos e acabar com atrasos, vem fazendo igual as outras gestões: atrasou em 2017, pagando parcelado.

O coordenador Francisco-Prolepses, triste com a situação, externou: "É desolador! É uma afronta ao nosso direito constituído e uma decepção para categoria que sonhou com uma nova era, um novo momento, a mudança, e estão vivendo a mesma sofrência de sempre. E o que é mais estranho é que se trata de um governo que não chama o sindicato próprio da categoria para conversar( APLB), mesmo  a entidade tendo mandado ofício, já esse ano, versando sobre o assunto. Porém,  o que vemos no início desse ano são NOMEAÇÕES E MAIS NOMEAÇÕES PARA CARGOS NO GOVERNO MUNICIPAL. AÍ, FICA DIFÍCIL VOCÊ ACREDITAR EM DIFICULDADES FINANCEIRAS. É muito contraditório! Que Jesus nos fortaleça e nos mantenha firmes e fortes nessa árdua missão."

ASCOM: APLB-UAUÁ
Contato:
74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)
74-99930-6457(Prolepses/Coordenador)
74-99974-7762(Meire Nanci/Vice-Coordenadora)
E-mail.:
  

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

ARTIGO DA VICE-COORDENADORA DA APLB-UAUÁ, MEIRE NANCI



Vivemos hoje a incertezas, o medo não do novo por que esse modelo de engodo , agora já conhecemos, não engana mas ninguém, melhor pontuando, se não houver planejamento para esse ano teremos o fracasso do ano passado, um ano marcado pelo retrocesso pedagógico, de desrespeito à carreira do professor, descaso com a educação, digo e afirmo, por que vivi uma experiência inusitada, e causado  pela falta de planejamento, onde trabalhei na última unidade do ano letivo dois projetos, que foram culminados no final do segundo semestre, e pasmem deixando de lado os conteúdos da grade regular sem serem vistos, o que considero uma barbárie educacional, como esses alunos irão se portar no ensino médio, não me perguntem, ordens são para serem seguidas, esse é o lema dessa gestão. O prejuízo foram enorme, e como já foi dito aqui os professores não tem culpa, não são eles que planejam o calendário letivo, e que já veio infringindo a lei e faltando informações pedagógicas, como formações introduzidas no segundo semestre tirando professor de sala de aula sem programação no calendário letivo, o que pra mim só configurou improviso, vivemos hoje no município um momento de improvisos na educação para ostentar a imagem de uma gestão glamurosa, mas não  vimos ainda resultado exitoso no  IDEB, e não me digam que ainda é cedo, estamos em sala de aula e conhecemos a realidade em que estamos inseridos além do mais sentimos na pele o mal direcionamento da gestão atual, é fácil perceber, é só analisar as gestões escolares a maioria sem perfil de gestão, ou apenas repetem o modelo que vivem do autoritarismo, da falta de diálogo, e da incompetência. Eis a minha análise. Minha opinião poderia até escrever mais porém no momento acho suficiente. O fato que esse ano não podemos mais aceitar a história de que é cedo ainda. Agora é hora de arrumar o que não deu certo. Eleições já para diretor das escolas da Rede Municipal de Uauá.

Meire Nanci Rodrigues
Professora da Rede Municipal de Uauá com especialização em História e vice-coordenadora da APLB-UAUÁ

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

NOTA DE REPÚDIO DA APLB-UAUÁ SOBRE A FALTA DE PAGAMENTO DO MÊS DE DEZEMBRO DE 2017



A APLB-SINDICATO Núcleo Uauá, CNPJ: 14.029.219/0001-28, entidade de utilidade pública pela lei nº02254/65, registro sindical no Ministério do Trabalho no livro nº 003, às folhas 104, desde 14 de março de 1990 e leis municipais, filiada a CNTE, FETRAB, CTB, em defesa de uma educação de qualidade e valorização dos profissionais em educação, vem através desta REPUDIAR a forma de respeitosa por qual passa os Professores e Demais Servidores da Educação QUE ESTÃO, ATÉ O MOMENTO, SEM O SALÁRIO DO MÊS DE DEZEMBRO DE 2017, ULTRAPASSANDO O CHAMADO "QUINTO DIA ÚTIL.
Segundo o Secretário de Finanças, Administração de Lindomar Dantas (Pc do B), Deusdete Ferreira, disse em reunião que o pagamento está programado para sair no dia 10 DE JANEIRO DE 2018.
O coordenador, Francisco-Prolepses, indignado externou: " Nós não sabemos nem o que falar para nossa categoria que está, nesse exato momento, desesperada pensando nos débitos para cobrir e vendo a hora dos juros se multiplicarem, pagando caro pela falta de planejamento de uma Gestão que pregou, Para todos nós, PLANEJAMENTO E PAGAMENTO EM DIA. Nós estamos vivendo o mesmo filme de sempre! Nada Mudou! Não tenho dúvidas que esse será mais um ano difícil para nossa classe. Que Jesus nos ilumine, nos proteja e nos der força para continuarmos Firmes e Fortes nessa árdua batalha."

ASCOM: APLB-UAUÁ
Contato:
74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)
74-99930-6457(Prolepses/Coordenador)
74-99974-7762(Meire Nanci/Vice-Coordenadora)
E-mail.:



Clínica Dentsão

Clínica Dentsão

Silmara Variedades - O Shopping do Povo

Silmara Variedades - O Shopping do Povo

Confecções Araújo em Uauá

Confecções Araújo em Uauá