Programa A VOZ DO PROFESSOR NA 87 FM

Ouça o programa toda segunda-feira às 20:00 horas na 87 fm, pelo site da aplb ou www.uaua.com.br.

DIRETORIA DA APLB UAUÁ.

Diretoria da APLB UAUA BAHIA.

APLB UAUÁ

Muitas conquistas dessa classe de professores na cidade de Uauá.

Ações da APLB UAUÁ

Foto de manifestação pelas ruas da cidade. Reinvindicando nossos Direitos.

Manifestação pelas ruas da cidade

Fotos manifesto professores.

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

EM AUDIÊNCIA, COORDENADOR DA APLB-UAUÁ DAR SUGESTÃO PARA CONTENÇÃO DE DESPESA PARA EDUCAÇÃO


Hoje(30/11/17), o coordenador da APLB-UAUÁ, Francisco-Prolepses, participou da Audiência sobre o Orçamento do Município 2018.  Na fala sobre os recursos da Educação, pontuou:
"Nós não estamos nem apontando diversas atividades necessárias para pasta, justamente por entender a peça orçamentária posta na LOA. Pelo contrário, NÓS ESTAMOS, HÁ ANOS, HOJE MAIS DO QUE NUNCA( VEJAM O CENÁRIO QUE ESTAMOS VIVENDO), QUE CORTEM DESPESAS DESNECESSÁRIAS E PRIORIZEM AS NECESSÁRIAS. Por exemplo: 
Desvinculem a secretaria de Esporte da Educação; 
Não aplique recursos em modalidade Superior(estranha ao campo de ação da efetividade da rede); Não contratem na pasta, utilizem o que temos que podem ocupar setores e diminuir despesas; Utilizem os professores da rede para compor uma comissão de analise da rede(temos professores capacitados com experiência),  NÃO precisa contratar Empresas; 
VAMOS PEGAR UMA ESCOLA PARA SER PILOTO DE UMA EDUCAÇÃO DE TEMPO INTEGRAL NO MUNICÍPIO, QUE AUMENTARÁ RECURSOS E ADEQUA LOTAÇÃO; 
Vamos parar esses desdobramentos de funções na Educação, uma despesa desnecessária( Mediador x Professor x Coordenador). Mantendo essa contenção de Despesas, priorizaremos à valorização dos profissionais em Educação, a carreira e a primazia de uma educação de qualidade."

ASCOM: APLB-UAUÁ
Contato:
74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)
74-99930-6457(Prolepses/Coordenador)
74-99974-7762(Meire Nanci/Vice-Coordenadora)
E-mail.:

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

PREFEITO DE TEOFILÂNDIA SE RENDE A UNIÃO DAS APLBs E PÕE FIM À GREVE


A APLB-Sindicado  Núcleo de Teofilândia-Ba,  vem esclarecer para os pais, responsáveis,  professores, estudantes e comunidade em geral as demandas do movimento da greve. 
Diante da liminar judicial deferida no último dia 27-11, a APLB Sindicato Núcleo de Teofilândia orienta as famílias de alunos matriculados na rede pública municipal, a levarem seus filhos para as escolas na próxima quinta-feira (dia 30 de novembro), em razão 
do resultado da Assembleia dos professores realizada no dia 27/11/2017 (terça-feira), que deliberou pelo término da  GREVE, voltando às aulas em respeito aos alunos, pais, responsáveis e à comunidade escolar.  A categoria  permanece  em ESTADO DE GREVE, caso o PREFEITO não cumpra a SENTENÇA JUDICIAL despachado pelo Juiz de direito Dr. Paulo Ramalho.
Diante do exposto, serão adotados os seguintes procedimentos:

1- Reinício das aulas no dia 30/11/2017.

2 – Envio e apresentação a Secretaria de Educação e ao Gestor Municipal da proposta  do calendário de reposição seguido da proposta da categoria para suspensão do estado de greve: Suspensão da greve mediante pagamento integral dos vencimentos dos professores conforme determinação judicial até o quinto dia útil do mês de Dezembro/2017; Parcelamento até  Dezembro/2017 dos valores subtraído dos meses de Setembro e Outubro de 2017; Pagamento Integral do Décimo terceiro  em Dezembro/2017;

3. Caso, haja descumprimento da liminar pelo gestor e  até o quinto dia útil do mês de Dezembro os salários integrais de  novembro não estejam nas contas dos professores , as aulas novamente serão suspensas por tempo indeterminado, colocando em risco o fechamento do ano letivo de 2017.

Continuaremos  insistindo no diálogo e na informação transparente  para a construção das condições que façam valer os direitos dos professores , das famílias  e  dos alunos teofilandenses .

Estamos a disposição para quaisquer esclarecimentos.

Atenciosamente 
Vera Lúcia Nascimento
Coordenadora do Núcleo Sindical

APLB Sindicato/Núcleo de Teofilândia

CONTINUA O CLAMOR PELA MUDANÇA DE NÍVEL DOS PROFESSORES EM UAUÁ


No dia 27 de Novembro de 2017, a diretoria da APLB-UAUÁ participou de uma reunião com os professores convocada pela administração para DITAR O MÊS E O ANO QUE PODERIA CONCEDER À MUDANÇA DE NÍVEL (RECONHECIMENTO DA FORMAÇÃO) DOS PROFESSORES.
 A diretoria ratifica o termo DITAR porque desde MAIO do corrente ano a administração vem adiando esse direito legítimo da categoria e quando senta com os professores é para dizer que mês e ano pode conceder, NÃO DANDO UMA RESPOSTA DEFINITIVA SOBRE O ASSUNTO, que durante esses meses clama pelo reconhecimento da formação, REFERENDANDO A REUNIÃO ATUAL QUE O PREFEITO APONTA QUE PROVAVELMENTE CONCEDERÁ EM JANEIRO DE 2018, declarando que a administração se recusa a sentar com o sindicato próprio dos professores (APLB),  MESMO O SINDICATO SOLICITANDO REUNIÃO PARA VERSAR SOBRE O TEMA conforme ofício enviado ao prefeito, secretária de educação e secretário de finanças (Ofícios 078,079 e 080), MOSTRADOS DURANTE A REUNIÃO.  (Reunião houve com o secretário de finanças, mas sem a presença da APLB)
Ao assistir, mais uma vez, a apresentação da administração sobre a dificuldade financeira do município, fórmula habitual de outras gestões, a diretoria ratificou o que vem dizendo há anos que só acredita nos números apresentados quando a administração ENXUGAR A MÁQUINA, TIRAR TODOS OS PENDURICALHOS, AFIRMANDO QUE NA ADMINISTRAÇÃO DA MUDANÇA ESTÁ PIOR DO QUE AS OUTRAS, CITANDO ALGUNS CASOS.
 A direção deixou claro que hoje as dúvidas sobre os números apresentados pela administração atual aumentou ainda mais, PORQUE A ADMINISTRAÇÃO DA MUDANÇA NÃO ESTÁ REPASSANDO A FOLHA DA EDUCAÇÃO PARA O SINDICATO ACOMPANHAR AS DESPESAS, indagando: COMO VOCÊ VAI ACREDITAR EM ALGO QUE VOCÊ NÃO VER, NÃO TEM PROVA? O QUE TEM A ESCONDER QUE NÃO REPASSA? , expondo a tristeza pela falta de TRANSPARÊNCIA de uma Gestão que pregou a abertura das contas para o sindicato.
A direção sugeriu aos professores uma reunião para debater a proposta do governo(uma vez que está descumprindo um direito) para que se possa discorrer sobre o tempo do pedido, JÁ QUE O PREFEITO NEM TOCOU NO ASSUNTO.  Alertando que o prefeito PAGOU O REAJUSTE EM MAIO E NÃO PAGOU O TEMPO PERDIDO, O QUE PODE ACONTECER COM A MUDANÇA DE NÍVEL.

O coordenador, Francisco-Prolepses, pontuou: “ Nós vamos estar em qualquer lugar em que os professores estiverem, independe de convite ou não. O nosso papel é defender de forma CLARA o direito da nossa categoria, LUTANDO PARA QUE ELA NÃO PERCA NADA. É isso que estamos fazendo ao longo desses 07 anos. E isso, nenhum que estão no poder hoje, podem negar, porque estiveram conosco até o ano passando defendendo o mesmo ponto de vista que sempre o sindicato defendeu. Por que hoje pensam diferente? Porque mudaram de posição, estão sobre a batente do poder. Nós não, sempre estivemos e estaremos, no mesmo lugar, defendendo o DIREITO DE TODOS, PARA TODOS E NÃO PARA UM GRUPO OU INDIVÍDUO. Agradeço pelo reconhecimento do Prefeito quando diz que eu só falo a mesma coisa. ISSO SIGNIFICA QUE NÃO MUDO DE OPINIÃO QUANDO SE TRATA DE UM MESMO ASSUNTO, DA MESMICE DE SEMPRE. Eu estou doido para mudar de opinião, mas o prefeito não deixa, vive agarrado no PASSADO.  Gostaria de estar vivenciando à Mudança nas fórmulas, nos métodos totalmente tradicionais. Gostaria de que ele abrisse o DATA SHOW  e mostrasse as irregularidades, as despesas desnecessárias, os contratos e os desdobramentos que tem na EDUCAÇÃO. Aí, sim, estaria ele fazendo diferente e recebendo total apoio do sindicato. Mas dessa forma com números falando um coisa e A REALIDADE FALANDO OUTRA. AÍ, fica difícil! Não estamos vivendo um Estado absolutista como querem nos convencer. Como sempre, peço aos meus colegas que se mantenham firmes e fortes, porque a luta é árdua. Mas estamos sempre passando por elas e eles vão ficando para trás. Que Jesus nos ilumine e proteja sempre! Avante!”

ASCOM: APLB-UAUÁ
Contato:
74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)
74-99930-6457(Prolepses/Coordenador)
74-99974-7762(Meire Nanci/Vice-Coordenadora)
E-mail.:

terça-feira, 28 de novembro de 2017

CNTE PARTICIPA DE CICLO DE DEBATES SOBRE MANUTENÇÃO DO FUNDEB EM SERGIPE


A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) debate em audiência pública, na quinta-feira (30/11), a continuidade do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb). A secretária geral da CNTE, Fátima Silva, participará do encontro, em Aracajú, capital sergipana. A sessão faz parte de um ciclo de debates promovido pela comissão que passará por todas as regiões do país.
O objetivo é promover discussões sobre a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 24/2017, que torna o Fundeb permanente, uma vez que o fundo tem prazo de vigência até 2020 pela legislação atual. Apresentada pela senadora Lídice da Mata (PSB-BA), a PEC está em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), sob a relatoria da senadora Fátima Bezerra (PT-RN). Segundo a relatora, que também é presidente da CDR, “trata-se de uma matéria de suma importância para garantir o desenvolvimento com qualidade e o futuro da educação pública brasileira”.
Para participar desta rodada de debates, foram convidados representantes da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e da União dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme), além das senadoras Fátima Bezerra e Lídice da Mata.
A audiência será na Assembleia Legislativa de Sergipe, a partir das 14h. O debate é aberto à participação da sociedade por meio do Portal e-Cidadania.
Fonte: CNTE.

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

EM REUNIÃO, DIRETORIA DA APLB-UAUÁ PROVA QUE O PREFEITO TRATA DE FORMA DESIGUAL O SINDICATO


Em reunião realizada hoje(27/11/17), no centro Paroquial, para versar sobre a mudança de nível dos professores da Rede Municipal, a diretoria comprovou, através de ofícios recebidos e postagens de outro sindicato, que o prefeito Lindomar Dantas (Pc do B) trata de forma desigual a APLB-Sindicato Núcleo de Uauá, sem ISONOMIA.
O coordenador, Francisco-Prolepses, ao usar da fala, protestou pela falta de isonomia do prefeito ao versar sobre assuntos inerentes à categoria dos professores, lembrando-o que o único sindicato de categoria única em Uauá é a APLB. O mesmo fez referência a uma reunião realizada no dia 16 de novembro na secretaria de educação, onde sentou-se com a equipe técnica e a secretária e nenhum momento foi falo sobre o assunto primordial e que a APLB vinha solicitando reunião para discorrer sobre o tema. Porém, a reunião foi terminada as pressas pois tinha uma outra reunião na prefeitura. Assim sendo, logo no início da noite o outro sindicato já informava os professores sobre a reunião que havia ocorrido com o secretário de finanças, onde falou-se da mudança de nível e da reunião que acabara de ser realizada. 
A direção da APLB não teve mais dúvidas de que a gestão tenta de todas as formas não dialogar com a APLB sobre as questões que são pautas de reivindicação do sindicato, SÓ CHAMANDO PARA PARTICIPAR JUNTO COM A CATEGORIA COMO FORMO DE DUVIDAR DA SERENIDADE, RESPONSABILIDADE, CREDIBILIDADE E DA REPRESENTATIVA  DE UMA DIRETORIA QUE ESTÁ HÁ 07 (SETE ANOS) NO SINDICATO DEFENDENDO À CATEGORIA, TENDO REJEITADO TODOS OS TIPOS DE CARGOS. Durante a reunião, o coordenador apresentou o protocolo dos ofícios enviados ao prefeito, ao secretário de finanças e à secretária de educação para versar sobre o tema, que nunca tiveram respostas (VEJA ABAIXO). ´Porém, teve reunião com outro sindicato para versar sobre o tema sem a presença da APLB.
O coordenador, ratificou o que vem pontuando ao longo desses 06 anos: " NÃO ADIANTA VIM AQUI PRA FRENTE DA NOSSA CATEGORIA MOSTRAR NÚMEROS, DIZER QUE NÃO TEM DINHEIRO, QUANDO A REALIDADE MOSTRA UMA SITUAÇÃO DIFERENTE: CONTRATOS, DESDOBRAMENTOS, PERMUTA IRREGULAR, ETC... TIRE OS PENDURICALHOS, ENXUGUE A MÁQUINA. AÍ, FICA MAIS FÁCIL ENTENDER OS NÚMEROS."

Segue o Relato da reunião de hoje:
A APLB sindicato foi convidada a participar pela primeira vez depois de longa insistência dessa diretoria, que diversas vezes solicitou de um momento como este para versar sobre os problemas inerentes a carreira do professor,  da educação como um todo, após várias tentativas frustradas, inclusive atendendo a um convite anterior na sala da Secretaria Municipal de Educação, onde estivemos debatendo  sobre os entraves do diálogo junto a essa gestão da mudança onde pensamos encontrar o caminho para o diálogo fomos surpreendidos com uma postagem de  sindicato de base em horário oposto ao nosso porém no mesmo dia a reunião em que nos fizemos  presente na parte da manhã , e pasmem lá foi versado sobre a mudança de nível e que ficaria marcado para hoje 27/11/2017, segunda feira uma reunião com os professores que pediram sua mudança de nível na progressão da carreira. A APLB Uauá foi convidada dessa vez, mas para figurar num cenário montado por essa gestão do prefeito Lindomar de Abreu Dantas PC do B, subestimando a capacidade dos professores em entendimento da situação atual, expondo tudo aquilo que sabemos, não mostrando resolução alguma para o impasse, o cumprimento do direito resguardado na lei.




ASCOM: APLB-UAUÁ
Contato:
74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)
74-99930-6457(Prolepses/Coordenador)
74-99974-7762(Meire Nanci/Vice-Coordenadora)
E-mail.:

domingo, 26 de novembro de 2017

COORDENADOR DA APLB-UAUÁ PARTICIPA DA COMEMORAÇÃO DOS PROFESSORES DE JEREMOABO PELO RATEIO DO FUNDEF


No dia 25 de Novembro de 2017, o coordenador da APLB-UAUÁ, Francisco-Prolepses, participou da comemoração dos professores da Rede Municipal de Jeremoabo pelo rateio do precatório do FUNDEF e pela passagem do Dia do Professor.
O coordenador agradeceu a recepção e atenção dos dirigentes Júlio Nascimento(Coordenador e Delegado da Delegacia Terra Santa) e do tesoureiro Flávio Gama, parabenizando pelo evento e por terem garantido a parte do recurso do Precatório aos professores, dizendo que fará o que for possível para que Uauá siga esse exemplo.


ASCOM: APLB-UAUÁ
Contato:
74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)
74-99930-6457(Prolepses/Coordenador)
74-99974-7762(Meire Nanci/Vice-Coordenadora)
E-mail.:

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

COORDENADOR DA APLB-UAUÁ PARTICIPA DE MOBILIZAÇÃO EM TEOFILÂNDIA


No dia 23 de Novembro de 2017, o coordenador da APLB-UAUÁ, Francisco-Prolepses, participou de uma grande mobilização na cidade de Teofilândia em apoio aos profissionais em educação que estão em greve a quase um mês lutando pela reposição das vantagens retiradas abruptamente pela gestão municipal, pelo diálogo e pela reposição dos dias parados.
A mobilização contou com a participação das APLBs de várias cidades da Bahia, do Coordenador Geral, Rui Oliveira, e demais membros da Direção Estadual, demonstrando unidade sindical e cooperação na luta.
O coordenador, Francisco-Prolepses, esteve presente com a caravana da APLB-Sindicato de Euclides da Cunha, coordenação de Edcarlos e Geisa.  O mesmo participou, integralmente, do evento, tendo o apoio do Diretor da Regional João Neto Fraga.
Durante o evento, o coordenador gravou boa parte dos depoimentos e fez entrevistas para vincular no programa de rádio da APLB-UAUÁ "A VOZ DO PROFESSOR", que vai ao ar às SEGUNDAS, A PARTIR DAS 20H. O mesmo agradeceu a companhia da caravana de Euclides da Cunha e da receptividade da diretoria da APLB-Sindicato de Teofilândia
O coordenador, Francisco-Prolepses, externou: " Uauá está aqui para prestar solidariedade a cada um dos profissionais em Educação dessa comunidade, dizendo que vocês não estão sozinhos. Nunca Estarão, pois Somos APLB. Dirijo-me ao Sr. Prefeito e a Secretária e peço, em nome da educação narrada nos planos aprovados por esse município e pela comunidade, que Não percam essa oportunidade de Dialogar com nossa entidade, uma vez que faz-se presente, nesse ato, toda diretoria da APLB ESTADUAL(Salvador) e regional, com todo amparo e estrutura para debater qualquer orçamento da Educação. Contem sempre com nosso apoio, irmãos de luta!  Avante!"









ASCOM: APLB-UAUÁ
Contato:
74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)
74-99930-6457(Prolepses/Coordenador)
74-99974-7762(Meire Nanci/Vice-Coordenadora)
E-mail.:


quarta-feira, 22 de novembro de 2017

TCM VAI NOTIFICAR MPF SOBRE IRREGULARIDADES NO FUNDEB



Diante dos frequentes episódios de malversação e desvio de finalidade na aplicação de recursos do Fundeb e do Fundo Municipal de Saúde, o Tribunal de Contas dos Municípios decidiu encaminhar ao Ministério Público Federal – Procuradoria Regional da República na Bahia – as decisões administrativas transitadas em julgado, nas quais tenham sido identificadas irregularidades na aplicação dos recursos federais. O objetivo é fortalecer o controle desses recursos, especialmente em casos que envolvam desvio de finalidade, dano ao erário ou malversação de recursos.
A Ordem de Serviço nº 30/2017, assinada pelo presidente do TCM, conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, foi publicada na edição de sexta-feira (17/11) do Diário Oficial do TCM. Também serão encaminhadas cópias dos processos em que forem identificadas irregularidades ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE, quando se tratar de recursos do FUNDEB. E ao Ministério da Saúde, com solicitação de remessa ao Departamento Nacional de Auditoria do SUS, nos casos que envolvam recursos do Fundo Municipal de Saúde.
Já as decisões do Tribunal Pleno do TCM que envolvam recursos de origem estadual serão encaminhadas ao Ministério Público Estadual e aos órgãos repassadores estaduais competentes.
Fonte: TCM-BA

terça-feira, 21 de novembro de 2017

DIREÇÃO DA APLB-UAUÁ CONCEDE ENTREVISTAS ÀS RÁDIOS DE JUAZEIRO E PETROLINA


Seguindo a agenda de entrevista da APLB-SINDICATO NÚCLEO UAUÁ, hoje(21/11/17) o coordenador, Francisco-Prolepses, juntamente com o Diretor Sindical, José Cardoso, participaram de um bate-papo em rádios de Juazeiro e Petrolina, versando sobre as ações da entidade no corrente ano.
As entrevistas foram marcadas por muita interatividade dos ouvintes, momento em que houve um verdadeiro debate sobre a lida sindical e o cenário político atual.
A direção passou por um momento de muita emoção ao se encontrar, pela primeira vez, com o blogueiro e radialista, Geraldo José, profissional respeitado em toda região por sua imparcialidade e credibilidade.
Geraldo José é considerado pela direção como um parceiro muito especial, pois desde 2010 vem acompanhando e publicando as ações do sindicato em seu blog ao longo dos 07 (sete) anos que a direção tem à frente da entidade.
O coordenador, Francisco-Prolepses, externou: " A luta sindical é árdua, porém nos proporciona momentos especiais como esse. Muito feliz de conhecer essa pessoa maravilhosa, humilde, receptiva e humana. Poxa, Geraldo tem nos ajudado há anos e nós nunca o vimos, nem para dizer obrigado. Entendo que é a profissão dele. Mas no mundo capitalista que temos hoje, onde as pessoas querem tirar proveito em tudo e quando não consegue nos puni, ele é uma exceção. É uma pessoa que pratica a filantropia em suas atividades do cotidiano. Grato, muito grato! Que Jesus nos ilumine e nos proteja sempre, dando-nos forças para continuarmos UNIDOS, FIRMES E FORTES NA LUTA em prol de uma comunidade mais justa. Avante!"

ASCOM: APLB-UAUÁ
Contato:
74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)
74-99930-6457(Prolepses/Coordenador)
74-99974-7762(Meire Nanci/Vice-Coordenadora)
E-mail.:

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

DIRETORIA DA APLB-UAUÁ INICIA ENTREVISTAS EM RÁDIOS 2017



Hoje(20/11/17), a diretoria da APLB-UAUÁ iniciou uma agenda extensiva de Entrevistas em Rádios falando sobre a luta encarada polo sindicato durante o ano de 2017.
A direção agradeceu a receptividade que está recebendo por donos e apresentadores das rádios as quais estão participando. Rádios essas que ao longo dos 07(sete) anos que a direção tem à frente do sindicato vem acompanhando a luta da entidade em defesa dos profissionais em educação de Uauá.


ASCOM: APLB-UAUÁ
Contato:
74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)
74-99930-6457(Prolepses/Coordenador)
74-99974-7762(Meire Nanci/Vice-Coordenadora)
E-mail.:

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

SERVIDORES ADMINISTRATIVOS DA UFBA REALIZAM ASSEMBLEIA E DECIDEM POR GREVE



Os servidores técnico-administrativos em Educação da Universidade Federal da Bahia (Ufba) aprovaram em assembleia nesta quinta-feira (16) a realização de greve a partir da próxima quarta-feira (22). Na assembleia também foi aprovado um calendário de ações. Na quarta, a coordenação do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-administrativos em Educação das Universidades Públicas Federais no Estado da Bahia (ASSUFBA) e a categoria farão ato, a partir das 7h30, no portão do Campus de Ondina. Na quinta (23), uma assembleia será realizada, a partir das 9h, na Faculdade de Economia. Ainda na quinta, os servidores realizarão uma passeata no Centro de Salvador. De acordo com o Sindicato, entre as reivindicações da categoria estão a negociação salarial, defesa de carreiras e a não aceitação de aumento da contribuição previdenciária.

Fonte: BN

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

BLOQUEADO R$ 20 MILHÕES PRECATÓRIOS FUNDEF




A pedido do Ministério Público Federal (MPF) em Bom Jesus da Lapa (BA), a Justiça Federal determinou, liminarmente, o bloqueio de R$ 20.045.417,80 em precatórios do Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério) recebidos pelo município de Paratinga. A decisão foi na segunda-feira, 6 de novembro 2017, visa a impedir o uso do valor em outra finalidade que não na Educação, conforme previsão constitucional.

A partir de representação do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Paratinga, o MPF verificou que o prefeito, Marcel José Carneiro de Carvalho, vem utilizando indevidamente o crédito público recebido, como promoção de festividades, compra de fogos de artifícios, pavimentação de ruas, construção de praças e chantagem política com vinculação de pagamento a professores á filiação a entidade de classe simpática ao grupo político do gestor, dentre outras finalidades estranha a educação.

A representação destaca a Lei Municipal nº 850, sancionada em 21 de setembro de 2017 pelo gestor municipal, que trata da abertura de crédito adicional especial até o valor de R$ 20.050.000,00 para inclusão de elementos de despesa no orçamento vigente.
Segundo o procurador da República Adnilson Gonçalves da Silva, a sanção da lei – com valor equivalente e oito meses após o recebimento da verba – revela a evidente pretensão do gestor em gastar os referidos recursos de forma livre e desvinculada da educação.

A ação, que segue em curso para julgamento do mérito, o MPF requer, ainda, que o município de Paratinga seja obrigado a aplicar o referido crédito público de R$ 20.045.417,80 integralmente em ações e programas de manutenção e desenvolvimento da educação básica, com a criação de uma conta específica para fins de movimentação financeira dos valores, bem como a elaborar Plano de Aplicação para assegurar a gestão transparente e responsável dos recursos públicos.

Por Assessoria de Comunicação do Ministério Público Federal na Bahia

COORDENADOR DA APLB-UAUÁ, FRANCISCO-PROLEPSES, FALA NA CÂMARA DE VEREADORES


Hoje(08/11/17), o coordenador da APLB-UAUÁ, Francisco-Prolepses, usou a tribuna da câmara de vereadores para falar sobre as lutas que o sindicato tem enfrentado no corrente ano e pediu apoio a população e aos vereadores para lutar por uma Gestão Democrática em Uauá.
O coordenador narrou que os professores da Rede Municipal estão vivendo os piores 10 meses de gestão dos últimos Anos, citando ações que nunca antes tinha acontecido. Como..
1. o caso da Portaria da SNEEJ Nº 018, do dia 25 de Outubro de 2017, que EXCLUI DIREITO ADQUIRIDO NA JUSTIÇA (GEAP), externando sua tristeza e a revolta dos professores atingidos;
2. o descumprimento do acordo firmado em Ata do Município e com o Sindicato em repassar a Folha da Educação Até o quinto dia útil, afirmando que desde Agosto a gestão não repassa, cobrando transparência;
3. a falta de diálogo com a entidade, expondo que enviou ofício solicitando reunião com o prefeito e não obteve resposta, citando que solicitou ao vereador Emerson Morais(Líder do Governo na Câmara) que intercedesse pelo sindicato, DEIXANDO DOCUMENTOS NAS MÃOS DO VEREADOR (o vereador confirmou o dito); dentre outros...
O coordenador deixou claro que hoje está difícil de acreditar que a educação esteja com dificuldades financeiras. Uma por não ter acesso as informações e a outra por não ver ações de contenção de gastos na pasta. O mesmo afirma que foi devido a essas situações, que vão de encontro aos direitos da categoria, que os PROFESSORES FIZERAM A MAIOR PARALISAÇÃO DOS ÚLTIMOS ANOS DE UAUÁ(04 DE NOVEMBRO), POIS PARALISOU TODAS AS ESCOLAS DA REDE, ATÉ A QUE TEM A MAIORIA DE CONTRATOS NO SEU QUADRO DE FUNCIONÁRIOS. Explicando que Paralisação é PARADA TOTAL DA UNIDADE, NÃO IR DAR AULA.
O coordenador agradeceu aos vereadores pela força, aos professores e a direção por se manterem firmes e fortes na luta.


ASCOM: APLB-UAUÁ
Contato:
74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)
74-99930-6457(Prolepses/Coordenador)
74-99974-7762(Meire Nanci/Vice-Coordenadora)
E-mail.:





sexta-feira, 3 de novembro de 2017

PARALISAÇÃO DOS PROFESSORES EM UAUÁ TEM 100% DE ADESÃO


Hoje(03/11/17), os professores da Rede Municipal de Uauá pararam suas atividades para protestar contra medidas tomadas pela gestão que colocam em risco a carreira dos profissionais em educação.
A paralisação contou com 100% (cem por cento) da adesão dos professores, pois todas as escolas pararam, INCLUSIVE A QUE TEM NA SUA MAIORIA DO QUADRO DE DOCENTES CONTRATADOS, situada na fazenda Desterro, FATO NUNCA ANTES ACONTECIDO(INÉDITO).
A direção discorreu sobre os motivos da paralisação, abaixo discriminados, e ratificou que passou os dez meses tentando dialogar com o prefeito e não obteve resposta, mesmo pedindo ao líder do governa na câmara, o Sr. Emerson morais, para interceder. Expondo que as atitudes tomadas pela secretaria de educação tem causado grande problema na rede, um deles, e mais escandaloso, FOI TER SUSPENDIDO AS VANTAGENS DE UM GRUPO DE PROFESSORES, DIREITO ADQUIRIDO NA JUSTIÇA, DESCUMPRINDO UMA ORDEM JUDICIAL(FATO INÉDITO). 
Segue os principais entraves que motivaram a paralisação:

 1.  LOTAÇÃO: REORDENAMENTO DA REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EM PLENO FIM DA UNIDADE DE ENSINO, DEIXANDO OS PROFESSORES SEM TER ONDE ENSINAR ;
       2. MUDANÇA DE NÍVEL: A FALTA DE RECONHECIMENTO DA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL;
      3. GEAP, DIREITO ADQUIRIDO NA JUSTIÇA: RETIRADA DE GRATIFICAÇÃO DOS PROFESSORES(DIREITO ADQUIRIDO NA JUSTIÇA), DESRESPEITANDO UMA ORDEM JUDICIAL;
      4. INFORMAÇÃO:  A FALTA DE REPASSE DA FOLHA DA EDUCAÇÃO PARA O SINDICATO ACOMPANHAR AS DESPESAS NA PASTA(FALTA DE TRANSPARÊNCIA);
      5. RECESSO JUNINO: RETIRADA DE 03(TRÊS) DIAS DO RECESSO DE 15 DIAS;
      6. PARTICIPAÇÃO SINDICAL: O SINDICATO NÃO É CHAMADO PARA PARTICIPAR DAS DECISÕES DE INTERESSE DA CATEGORIA;                                                                                                                                        7. RETROATIVO DO REAJUSTE DO PISO SALARIAL: O GOVERNO NÃO PAGOU O PISO EM JANEIRO, CONFORME À LEI, VEIO PAGAR EM MAIO DE 2017, CAUSANDO PERCA AOS PROFESSORES.


ASCOM: APLB-UAUÁ
Contato:
74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)
74-99930-6457(Prolepses/Coordenador)
74-99974-7762(Meire Nanci/Vice-Coordenadora)
E-mail.:




Clínica Dentsão

Clínica Dentsão

Silmara Variedades - O Shopping do Povo

Silmara Variedades - O Shopping do Povo

Confecções Araújo em Uauá

Confecções Araújo em Uauá