Programa A VOZ DO PROFESSOR NA 87 FM

Ouça o programa toda segunda-feira às 20:00 horas na 87 fm, pelo site da aplb ou www.uaua.com.br.

DIRETORIA DA APLB UAUÁ.

Diretoria da APLB UAUA BAHIA.

APLB UAUÁ

Muitas conquistas dessa classe de professores na cidade de Uauá.

Ações da APLB UAUÁ

Foto de manifestação pelas ruas da cidade. Reinvindicando nossos Direitos.

Manifestação pelas ruas da cidade

Fotos manifesto professores.

quarta-feira, 10 de junho de 2015

EM UAUÁ: PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DEFLAGRAM GREVE POR TEMPO INDETERMINADO


Ontem(09), os professores da rede municipal de Uauá, reunidos em assembleia convocada pela APLB-Sindicato Núcleo de Uauá para deliberar sobre a atualização do Piso Salarial, decidiram, na sua maioria absoluta, ENTRAR EM GREVE POR TEMPO INDETERMINADO, APÓS O PRAZO LEGAL DE 72H.
A decisão se deu depois de uma breve analise, onde a categoria pontuou o tempo cedido à administração, os vários ofícios enviados pelo sindicato, solicitando a atualização, e nenhuma resposta referendando a pauta foi dada. A única reunião que houve foi a do dia 08(segunda-feira) em que boa parte do tempo falou-se sobre erros ortográficos nos ofícios do sindicato. E nada de atualização do Piso Salarial da categoria, nem sugestão.
O coordenador da APLB-UAUÁ, Francisco-Prolepses, disse: " Lamentável! Sinto-me bastante triste. Você ter que parar suas atividades para lutar por aquilo que já é seu por lei, por direito. Mesmo dando todas as oportunidades, buscamos incansavelmente o diálogo e nada. Não nos ofereceram nada. É para ficar calado diante de uma situação dessa? É evidente que a categoria não iria aceitar essa política de desvalorização.Não! A reunião convocada pelo secretário, que trazia uma pauta na convocatória e abriu com outra falando mal dos ofícios do sindicato, casou um sentimento de injustiça tão grande nos professores como nunca vi. Tanto é que não me para de chegar mensagens de apoio e consolo. Eu sou grato, eternamente, aos meus colegas pela confiança e credibilidade que tens dedicado a mim. É muita responsabilidade que com a proteção divina estou justificando, mantendo-me firme e forte na luta. Talvez seja isso que causa tanta inveja a alguns. Não tenho dúvidas que a forma com que o atual secretário de educação está lhe dando com a situação, complicou ainda mais. Independe, NÓS ESTAMOS PRONTOS PARA SENTAR NA MESA DE NEGOCIAÇÃO COM A ADMINISTRAÇÃO A HORA QUE FORMOS CONVOCADOS. ALIÁS, DESDE JANEIRO ESPERAMOS POR ESSA OPORTUNIDADE. Que Jesus nos ilumine e nos proteja sempre. A luta é árdua, mas é precisa. Avante!!"






Ascom: Aplb-Uauá
Obs.: Você pode escutar a rádio comunitária do POVO DE UAUÁ, Luz do Sertão FM87,9, pelo nosso blog(aqui).
Contato:
74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)
74-9996-6476(Prolepses/Coordenador)
E-mail.:
 

 


terça-feira, 9 de junho de 2015

EM UAUÁ: SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO "CONCEDE" AULA GRAMATICAL AO COORDENADOR DA APLB-UAUÁ



No dia 08 de junho de 2015(segunda-feira), os professores e a direção da APLB-UAUÁ atenderam a convocatória do secretário de educação para uma reunião com o intuito de versar sobre a remuneração da categoria (todos esperançosos, uma vez que o secretário havia se posicionado depois de vários ofícios do sindicato solicitando a atualização do Piso Salarial).
Em pouco tempo, a esperança da categoria se transformaria em uma frustração, decepção e vergonha. O secretário apresentou um vídeo sobre ética e, logo após, expôs ofícios da APLB-UAUÁ, narrando a falta de pontuação em algumas palavras(acento no A, falta de crase) e na colocação de algumas palavras.
Nesse momento, alguns professores levantaram citando palavras de ordem, "QUEM ESTÁ DEMONSTRANDO TOTAL FALTA DE ÉTICA E PRUDÊNCIA AQUI É VOCÊ", e saíram. Só após à aula, o secretário tocou no assunto que realmente interessa a categoria, ATUALIZAÇÃO DO PISO SALARIAL. Frustrando novamente a categoria. Dizendo que não podia pagar e que iria se reunir com a contadora do município(ISSO DEPOIS DA CATEGORIA TER DADO 03 MESES PARA VIABILIZAREM A ATUALIZAÇÃO DO PISO). 
A direção da APLB-UAUÁ confirmou que a revolta do secretário com relação o ofício do sindicato foi porque o COORDENADOR FALOU DA GRAFIA DO MESMO NA ÚLTIMA PARALISAÇÃO QUANDO O SECRETÁRIO ENVIOU UM OFÍCIO PARA APLB-UAUÁ ESCRITO PARALIZAÇÃO(COM Z), o que o mesmo confirmara na reunião.
Ao usar da palavra, o coordenador, Francisco-Prolepses, pediu uma salva de palmas para a DIRETORIA DA APLB-UAUÁ(foi atendido) por ter, finalmente, chamado atenção do secretário, uma vez que não estava tendo resposta. Dizendo ser uma honra, o secretário parar a docência do município por meio período para falar da APLB-UAUÁ. Externando: "Senhor secretário, se os erros gramatical, ora encontrado por V.Sa. nos documentos da enviados pela APLB-UAUÁ, é um dos empecilhos para que o Sr. não nos conceda a atualização do Piso, PEÇO-LHE DESCULPAS, ASSIM COMO A CATEGORIA. FIQUE TRANQUILO QUE HOJE MESMO SENTO COM A DIRETORIA PARA DESTINAR UMA PESSOA PARA TAL OFÍCIO. PORÉM, PERGUNTEMOS AOS PROFESSORES SOBRE QUAL É O ERRO MAIOR E O QUE CAUSA MAIOR DANO: SE É A FALTA DE UM ACENTO NA VOGAL A OU A FALTA DO REAJUSTE SALARIAL? (Palmas da categoria)
Em seguida, ilustrou que na folha da educação há contratos, há hora extra, houve tratamento desigual no mês de Janeiro(quando muitos professores receberam sem as vantagens, UMA "MINORIA" NÃO), há tratamento desigual junto aos professores, professor recebendo sem estar na sala de aula e professor recebendo com cargo extinto. Pontuando a falta de dedicação exclusiva, prioritário para alguns cargos, inclusive para o secretário. Ratificando A DECISÃO DA CATEGORIA QUE SÓ ACREDITARÁ, DE FATO, NOS DADOS APRESENTADOS QUANDO ACABAR OS PENDURICALHOS. Ilustrando que o vídeo de ética foi apresentado para o público errado(mais uma vez). Tendo como fato a folha analítica cedida aos sindicato nos meses d Janeiro, Fevereiro e Março, onde não está inclusa a remuneração do secretário, MAS NO TCM-BA ESTÁ LÁ, EXPOSTO, DECLARADO, QUE SÓ NO MÊS DE MARÇO, O MESMO RECEBEU 02(DUAS) PARCELAS DE R$ 5.000,00(Cinco Mil) e outra de R$ 750,00(Setecentos e cinquenta reais), conforme comprova a foto abaixo.

Por fim, externou: "Jesus amado, aqui ponto chegamos? É o fim. Juro, já estou acostumado com essas situações de ofensas e de pessoas querendo me desmoralizar, desde quando entrei na APLB-UAUÁ. Agora, meu Jesus, estou triste pelos meus colegas, a categoria. Que vieram para cá tão esperançosos. Deixaram suas atividades pensando que depois desses seis meses de salários defasados viriam uma boa notícia. Nossa, ao vê-los saírem tão cabisbaixos e decepcionados, doeu. Meu Deus do céu, o que é isso? É difícil pontuar o que foi mais ridículo naquela "reunião". Porém, o secretário oferecer a pasta para quem quiser administrar, estipulando tempo e regras, realmente é o fundo do poço. Estamos à deriva. A administração está posta para administrar o município no ônus e no bônus. Principalmente nos momentos difíceis, sugerindo soluções viáveis e não truculências(como decreto cortando vantagens). Nós só queremos que a secretaria de educação enxugue a folha e apresente sugestões. Porque cabe a ela.  Nós estamos aqui para defender a categoria. Olha, que Jesus nos ilumine e nos proteja sempre, queridos professores."



Ascom: Aplb-Uauá
Obs.: Você pode escutar a rádio comunitária do POVO DE UAUÁ, Luz do Sertão FM87,9, pelo nosso blog(aqui).
Contato:
74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)
74-9996-6476(Prolepses/Coordenador)
E-mail.:


sexta-feira, 5 de junho de 2015

EM UAUÁ: PROFESSORES COBRAM REAJUSTE DO PISO SALARIAL


No dia 03 de junho do corrente ano(quarta-feira), os professores da rede municipal de Uauá reuniram-se em assembleia convocada pela APLB-SINDICATO NÚCLEO UAUÁ com intuito de discorrer sobre o reajuste do Piso Salarial da Categoria.
A direção da APLB-UAUÁ expôs as várias solicitações feitas a administração e o relatório da Comissão de Estudo da Folha Analítica da Aplb, onde notificou a administração algumas situações e propôs sugestões para ajustar ainda mais a folha da educação. Pontuando que sempre esteve e estará aberta para dialogar no intuito de encontrar mecanismos que possam viabilizar a Valorização dos Professores. Ratificando de que quem tem a incumbência de encontrar soluções VIÁVEIS para ajustar a folha, a pasta, é a administração. A categoria já deu todo tempo possível. Afirmando que não aceitará o fato ocorrido em novembro de 2014 em que a categoria acordou com um Decreto Cortando todas as vantagens, como forma de solucionar possíveis problemas.


A direção ilustrou a importância da reunião marcada pelo secretário para segunda-feira(08), dizendo ter a esperança de que possa sair o REAJUSTE, uma vez que não obtiveram nenhuma resposta das solicitações enviadas. CLAMANDO A DEUS QUE TUDO OCORRA BEM E A SITUAÇÃO SEJA RESOLVIDA.
Em uma breve discussão, os professores ratificaram que não ABREM MÃO DO REAJUSTE DE 13,01%. E PODEM ACEITAR NEGOCIAÇÃO NA PORCENTAGEM, DESDE QUE A ADMINISTRAÇÃO PROVE, ATRAVÉS DE FATO CONCRETO E NÃO POR PALAVRAS E DECRETO, QUE NÃO TEM CONDIÇÕES DE CONCEDÊ-LO.
O coordenador da APLB-UAUÁ, Francisco-Prolepses, externou: "Gente, que Jesus nos ilumine e nos proteja sempre."





Ascom: Aplb-Uauá
Obs.: Você pode escutar a rádio comunitária do POVO DE UAUÁ, Luz do Sertão FM87,9, pelo nosso blog(aqui).
Contato:

74-9970-2838(Zé Carlos/Diretor sindical)

74-9996-6476(Prolepses/Coordenador)

E-mail.:



Clínica Dentsão

Clínica Dentsão

Silmara Variedades - O Shopping do Povo

Silmara Variedades - O Shopping do Povo

Confecções Araújo em Uauá

Confecções Araújo em Uauá